Alerta: Homem leva picada de escorpião na língua

0
78

O montador de móveis Fábio Trivilin, 33 anos, conhecido como Campanholo, levou uma picada de escorpião na língua. O fato aconteceu há três semanas e não havia sido divulgado. O acidente poderia ter tido um final mais trágico e o caso chega a ser inacreditável, porque ele levou a picada quando estava mergulhando no rio Tietê, há seis metros de profundidade, praticando pesca subaquática.

Apesar de estranho, o caso não é história de pescador e foi conferido de perto pela reportagem. Em entrevista exclusiva, Campanholo explicou melhor como tudo aconteceu. Ele estava mergulhando, e o escorpião entrou na sua boca pelo snorkel, um acessório que mergulhadores utilizam para auxiliar no processo de respiração no mergulho de apineia, sem cilindro de oxigênio.

Era o último domingo do mês de agosto quando Campanholo, que mora no conjunto habitacional Águas Claras, e um amigo, foram praticar a pesca subaquática no rio Tietê. Ele contou que colocou o snorkel e mergulhou, chegando a uns seis metros de profundidade. De repente sentiu uma “fisgada” em sua língua e cuspiu o snorkel da boca. Como a água estava muito transparente, ele conseguiu ver o escorpião saindo da boca.

Campanholo contou que o inseto estava no interior do tubo do snorkel. Ele subiu rapidamente e entrou no bote. Ele e o amigo tiveram de subir o rio 10 minutos para poder pegar o carro e correr em busca de socorro. “Comecei a sentir muita dor, minha língua inchou que mal cabia dentro da boca”, contou.

Ao chegar no pronto-socorro municipal, ele recebeu mais duas injeções, na língua, no mesmo local da picada. “A injeção doeu mais do que a picada do escorpião”, contou. Ele disse que no dia 7 de setembro quase levou uma picada, mas pela roupa de mergulho.

“Eu cheguei no rio e peguei a roupa de mergulho, que é de neoprene. Ao virar a parte da perna, que estava do avesso, vi um escorpião caindo de dentro da roupa”. Ele disse que seu acidente serve como alerta para as pessoas, provando que o escorpião pode se esconder em locais que as vezes ninguém imagina, principalmente nesta época em que estão surgindo casos diariamente em todas as regiões da cidade.

INFESTAÇÃO

Campanholo mora no conjunto habitacional Águas Claras 2, e diz que o bairro está infestado de escorpiões. Em frente a sua casa há uma área verde e nos fundos, um amplo terreno baldio com mato alto.

De acordo com o montador de móveis, todos os vizinhos encontram escorpiões em casa. “Outro dia, um menino estava sentado na calçada e um escorpião subiu na perna dele. Aqui em casa já capturei mais de 30 escorpiões”, disse ele, mostrando um vidro com álcool contendo dezenas de escorpiões que ele pegou em sua casa nos últimos meses. (Regional Press)

Da REDAÇÃO – Araçatuba

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here